30 de mar. de 2010

Hospital de Londres oferece tratamento para viciados em tecnologia

A terapia visa atender jovens que passam muitas horas por dia online

Um hospital de Londres está oferecendo um tratamento personalizado para os viciados em tecnologia.

O programa, que dura cerca de 28 dias, visa atender jovens que passam muitas horas por dia jogando games por computador ou em sites de relacionamento.

De acordo com o criador do tratamento, Richard Graham, quando privados de seus jogos ou sites, estes jovens ficam “cronicamente agitados e irritáveis”.

Graham disse à BBC que o tratamento não tem o objetivo afastar completamente o paciente da tecnologia.

“Não é realista impor um programa de abstinência (de tecnologia)”, afirmou.

O médico afirma que o que o motivou a criar o tratamento foi a preocupação com as características “compulsivas e viciantes” dos jogos, redes sociais e telefones celulares.


“A preocupação (dos pacientes) em acessar sites e responder a mensagens é tão forte que vira prioridade… e pode ter impacto em outras áreas da vida, prejudicando a habilidade destes jovens de participar de outras atividades”, disse.
Por enquanto, o tratamento está disponível apenas para pacientes do sistema privado de saúde no hospital Capio Nightingale, onde Graham trabalha.


Três fases

O tratamento criado por Graham tem três fases. A inicial começa com psicoterapia, que tem o objetivo de tratar os problemas do paciente com relacionamentos pessoais.

O próximo estágio é desfazer o relacionamento destes pacientes com a tecnologia e encorajá-los a desligar seus aparelhos. Finalmente, eles são encorajados a participar de exercícios físicos e atividades com a família e amigos.

A clínica de Graham não tem presença online fora do site do hospital. Mas os visitantes da página podem fazer testes online para medir o nível de vício em tecnologia, respondendo questões sobre seus hábitos online.

“Qualquer terapia deve tratar de controle do comportamento”, afirmou Mark Griffiths, professor em estudos sobre jogos e apostas na Universidade de Nottingham Trent, na Grã-Bretanha. “Você não pode evitar a internet, não pode evitar a tecnologia.”

Jogos e apostas online

Para Mark Griffiths, os jogos online representam um perigo maior do que os videogames.

“O número de verdadeiros viciados em tecnologia é relativamente baixo, mas pode aumentar com os games online que, ao contrário dos videogames, nunca param”, afirmou.

“A maioria dos comportamentos ligados ao vício tem seu auge durante a juventude e maior probabilidade de ocorrer entre homens. Mas a internet é neutra em termos de gênero. Mulheres podem não ir até uma casa de apostas real, por exemplo, mas você pode fazer o que quiser online.”

Outras clínicas de tratamento de viciados em apostas online já apareceram no sudeste da Ásia, por exemplo, onde grandes quantidades de dinheiro gasto no mundo virtual causam problemas graves na vida dos viciados.

Um exemplo recente de vício na vida online foi o do casal da Coreia do Sul que deixou o bebê morrer de fome enquanto jogavam. O casal teria ficado obcecado em criar uma menina virtual chamada Anima, no popular jogo Prius Online.

Zoe Kleinman/BBC

28 de mar. de 2010

O SUS dos EUA e uma lição para os brasileiros



Uma das principais promessas de campanha do presidente Barack Obama, a reforma do sistema de saúde, foi aprovada no último domingo. A batalha para a aprovação, no entanto, não foi fácil, a discussão durou quase um ano e a votação foi apertada: 219 votos a favor e 212 contra.
Considerada a maior democracia liberal do mundo, os EUA veem de forma negativa qualquer medida que fortaleça o Poder Executivo e, no limite, represente uma ameaça à liberdade do cidadão.
No Brasil, os meios de comunicação divulgaram que Obama pretendia implantar nos EUA modelo semelhante ao nosso Sistema Único de Saúde, o SUS. Essa informação provocou certa confusão no imaginário dos brasileiros: “Desde quando o SUS transformou-se em referência para outros países? Se isso ocorreu de verdade, por que os usuários queixam-se tanto do atendimento?”
Para dimensionarmos essas questões, precisamos, antes de tudo, entender o funcionamento do atual sistema de saúde dos yankees. Os Estados Unidos não têm um sistema público de cobertura universal na área de saúde. Portanto, a maioria dos estadunidenses precisa adquirir seu próprio plano de saúde, seja por meio de seus empregadores ou por conta própria. Porém, nem todos os cidadãos conseguem isso, gerando um grave problema social. Segundo uma estimativa feita pelo governo Obama, 46,3 milhões de pessoas não têm nenhuma cobertura de saúde.
No caso dos planos de saúde privados, lemos constantemente matérias falando sobre a quebra de braço entre governo e seguradoras devido às variações nas regras e no valor a ser pago. Em alguns casos, o segurado tem de pagar parte do tratamento médico para depois ser ressarcido pela seguradora.
Para atenuar esse quadro, o governo possui, há anos, alguns programas que atendem pessoas com mais de 65 anos de idade de baixa renda e os veteranos das forças armadas (especialmente os veteranos de guerra). Em outras palavras, na principal potência mundial, se você não tiver um plano privado de saúde, ou seja, dinheiro, não será atendido nos postos e hospitais.
Diante dessa situação, no início do seu governo, Obama aterrissou na Casa Branca portando, embaixo do braço, o projeto da reforma do sistema de saúde. Em fevereiro último, depois de longa discussão e diante do impasse na votação da proposta, empenhou-se pessoalmente e conquistou, domingo passado, a aprovação.
A reforma propõe, entre outras coisas: adoção de regulação mais rígida para as seguradoras; criação de uma bolsa de seguros para quem não tem um plano pago pelo empregador e subsídios para a população carente. Em linhas gerais, Obama está criando um sistema universal de saúde, que pode aproximar-se do SUS no Brasil. Tudo isso deverá custar aos cofres públicos, cerca de US$ 940 bilhões em dez anos.
O episódio deve servir como lição aos brasileiros. O nosso SUS está aquém, especialmente para aqueles que são os seus usuários, daquilo que poderia e deveria ser. No entanto, propor a sua privatização como a solução para todos os seus atuais problemas é um enorme engano. A experiência estadunidense nos mostra que achar que o tal do mercado resolverá questões sociais tão profundas como as que envolvem a área da saúde é uma mistura de ingenuidade e má fé.

Rogério de Souza. Professor e sociólogo. Doutorando em sociologia pela Unicamp.
e-mail: professorogerio@uol.com.br

Links da semana da TI Medicina

26 de mar. de 2010

Verdades e mentiras sobre a vacina contra a InFluenza H1N1

Fabiana Leite da seção Doenças Infectocontagiosas do Estadão, fez essa matéria muito boa esclarecendo sobre dúvidas quanto a vacinação contra Influenza A (H1N1): 


Alguns grupos continuam no esforço de aterrorizar pessoas com informações erradas sobre a vacina contra a gripe suína, o que levou hoje o Ministério da Saúde a divulgar um rol de respostas contra a onda de boatos. Parece, pelo menos, que no mundo real, fora da rede, as mensagens amendrotadoras não tiveram efeito. O problema tem sido a falta do imunizante em alguns pontos do País.


Medo da Vacina? 
Veja as principais respostas da pasta.

O mercúrio presente na vacina causa autismo em crianças?
Não. A concentração de mercúrio é de 25 microgramas por dose de 0,5ml e é usada para evitar crescimento de fungos ou bactérias, no caso de a vacina ser contaminada acidentalmente. Esse mesmo conservante é utilizado rotineiramente em outras vacinas, como na tetravalente indicada contra difteria, tétano, coqueluche, meningite.
O timerosal, conservante antiséptico presente na vacina, pode causar autismo em crianças com disfunção mitocondrial e em adultos com disfunção hematoencefálica.
Estudos realizados em todo o mundo demonstram que o timerosal, desde 1930, tem sido amplamente utilizado como conservante em uma série de produtos biológicos, incluindo muitas vacinas. O uso nas vacinas tem por finalidade evitar o crescimento de bactérias ou fungos (micróbios) quando esta é contaminada acidentalmente, como no caso de punção repetida no frasco. A concentração do timerosal na qualidade de conservante é de 0.01%, contendo, aproximadamente, 25 microgramas de mercúrio por dose de 0,5 ml, condição que tem mostrado ser capaz de impedir o crescimento de micróbios. Vacinas com esses tipos de conservantes já são utilizadas desde 1930. Em 2004, o Instituto de Medicina dos Estados Unidos convocou um comitê de revisão de segurança em Imunização e examinou a hipótese de que as vacinas contendo timerosal estariam causalmente associadas ao autismo. Comprovou que as provas disponíveis rejeitam a existência de nexo de causalidade entre vacinas contendo timerosal e autismo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) defendeu o conservante timerosal para o uso nas vacinas, baseando-se em estudos que concluíram não existir evidências de contaminação em crianças ou adultos expostos. As vacinas que contêm essa substância não aumentam a quantidade de mercúrio no organismo, pois este é expelido rapidamente, não se acumulando em função de repetidas injeções.
A vacina contém esqualeno, substância que afeta o sistema imunológico do indivíduo.
Os adjuvantes são substâncias que estimulam a resposta imunitária, permitindo reduzir a quantidade de material viral utilizado em cada dose, garantindo proteção de longa duração. São produtos entre os quais se incluem certos sais de alumínio e emulsões (esqualeno e seus derivados) que são utilizados na composição de vacinas. E não causam danos ao ser humano.
A gripe pandêmica foi uma criação da indústria financeira para favorecer os laboratórios farmacêuticos.
O monitoramento do vírus da gripe no País identificou em 2009 que, desde o surgimento da pandemia, aproximadamente 70% dos vírus respiratórios que causavam síndrome gripal eram o vírus influenza pandêmica (H1N1) 2009. Em alguns países este percentual chegou até 100%. O simples surgimento de casos de gripe em varios países causado por um novo vírus já caracteriza a pandemia.
Anafilaxia, reação alérgica potencialmente fatal, é uma reação adversa pós-vacinação.
Anafilaxia é um evento raro que pode ocorrer com o uso de várias substâncias ingeridas ou introduzidas por via parenteral (muscular ou endovenosa) no corpo humano, incluindo alimentos, remedios, vacinas, entre outros. Se caracteriza por uma reação alérgica sistémica, severa e rápida a uma determinada substância, se apresentando com diminuição da pressão arterial, taquicardia e distúrbios gerais da circulação sanguínea, acompanhada ou não de edema de glote. Pessoas que são altamente alérgicas a gema de ovo não podem tomar vacinas que são produzidas a partir de gemas de ovos embrionários, como a vacina contra a febre amarela, gripe comum e influenza H1N1. Os profissionais de saúde são capacitados para identificar essas pessoas altamente alérgicas no momento em que procuram um posto de vacinação.
Há evidências da síndrome de Guillain-Barré em muitas pessoas que tomaram a vacina nos outros países do mundo.
Não existe esta evidência nos países que já realizaram ou estão vacinando contra a influenza pandêmica.
A vacina contém traços de neomicina.
Sim, a vacina produzida pelo Laboratório Sanofi Pasteur.A neomicina é um antibiótico indicado para infecção bacteriana provocada por estafilococos ou outros microorganismos susceptíveis a este princípio ativo.
A vacina que venderam para o Brasil é vacina encalhada.
Todas vacinas adquiridas pelo Brasil foram compradas diretamente dos laboratórios produtores e por meio do Fundo Rotatório da Organização Pan-Americana da Saúde – Opas/OMS. Em nenhum momento o País comprou ou recebeu doação de outro país.
Há evidências de má formação fetal em gestantes que tomaram a vacina.
A vacina contra o vírus influenza pandêmico (H1N1) 2009 é segura e indicada para a gestante em qualquer idade gestacional. Na vacinação realizada no hemisfério norte não houve nenhum registro de má formação fetal relacionada a vacina. Esta indicação foi ratificada pela Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia – Febrasgo. Até o momento, não há relato de ocorrência de nenhum prejuízo sequer para a mãe e/ou para o feto.

25 de mar. de 2010

Idosos: Lifeline with AutoAlert Detecta automaticamente quedas e pede ajuda

A Royal Philips Electronics introduziu Lifeline com AutoAlert, um serviço médico alerta que é capaz de detectar quedas e pedir ajuda. Os idosos, que tendem a viver de forma independente nos dias de hoje, estão em risco para o desenvolvimento de lesões causadas por quedas. O sistema de alerta é composto por um botão estilo pingente, usado ao redor do pescoço, que pode ser pressionado para pedir ajuda a qualquer momento. Além disso, o sistema possui um sensor de queda integrado que detecta quedas e, posteriormente, apela para a ajuda quando o usuário pode não ser capaz de fazer isso ele mesmo.
Product Page: Lifeline with AutoAlert Option...
Fonte: Medgadget

Babá eletrônica em pulseiras para mãe e filho

É apenas um conceito, mas o Sikker (Danish for safety) monitor do bebê é uma ótima idéia em desenvolvimento pelos designers Jessica Mendoza e Henoc Monte.


As pulseiras, incide sobre uma estação de recarga durante o dia, permitirá comunicação em dois sentidos entre mãe e filho, bem como a capacidade da mãe para monitorar a temperatura bebês e freqüência cardíaca. Também permitiria que a mãe a enviarcanções em mp3para ninar  o bebê.

link:Sikker
Fonte: medgadget

21 de mar. de 2010

Universidade do 'Google' em parceria com FIAP tem biotecnologia, nanotecnologia, medicina e robótica na grade curricular


Conhecida por Universidade do 'Google', a Singularity University (SU) fechou uma parceria internacional inédita com uma faculdade de tecnologia brasileira, a Fiap, que fica em São Paulo. O lançamento do convênio, que pretende promover a troca de conhecimento e o intercâmbio de alunos e professores, ocorreu no início desta semana.

A Universidade do Futuro, como também é chamada, foi criada há um ano e funciona no campus da Nasa (agência espacial americana) no Vale do Silício, na Califórnia (EUA), onde estão as principais empresas de tecnologia do mundo.

Fundada por Ray Kurzweil, um futurólogo americano, a instituição foi apadrinhada por famosos, como Larry Page, vice-presidente do Google, que doou US$ 1 milhão -daí o apelido de Universidade do 'Google'

Da sua grade curricular fazem parte as descobertas mais recentes no campo da biotecnologia, nanotecnologia, medicina e robótica. No banco escolar, estão presidentes de empresas, lideranças governamentais e empreendedores visionários. Do outro lado, ensinando, um time de cientistas e experts 'top' em diferentes áreas do conhecimento, como Vint Cerf, um dos pais da internet, e o ex-astronauta Dan Barry.


Cursos


A despeito da palavra universidade no nome, a SU não oferece graduação. Os interessados tem à disposição dois formatos de curso: um mais curto, de nove dias, e que acontece a cada semestre, e outro com duração de dez semanas, com freqüência anual. O custo é de US$ 15 mil e R$ 25 mil, respectivamente.


No entanto, a cereja do bolo será um concurso que dará uma bolsa de estudos para um aluno ou ex-aluno ir ao Vale do Silício fazer o curso de dez semanas. Para concorrer, o candidato deve ser fluente em inglês, já que as aulas são todas dadas naquele idioma, e montar um projeto de inovação tecnológica. O prazo de inscrição vai até o dia 9 de abril. A viagem, programada para junho, será toda custeada pela Fiap. A instituição pretende mandar um estudante por ano.

leia o artigo completo em: Educação e Carreira Globo.com

Links da semana da TI Medicina





19 de mar. de 2010

30% dos médicos americanos acessam informações por dispositivos portáteis


Cerca de 30% de 1.200 médicos americanos pesquisados em 15 especialidades já acessam informação médica por meio de smartphones ou computadores de mão, sendo o mais popular deles atualmente o iPhone da Apple, com 31% de proprietários na amostra. 
95% dos médicos que utilizam dispositivos móveis para acessar aplicativos médicos e sites de informação científica, sendo a os maiss populares o Epocrates, seguido por Medscape e Skyscape
Acesso a informação sobre medicamentos, interações medicamentosas, e de prescrição são os mais usados. 52% dos usuários dizem obter informações médicas, várias vezes por dia, comparados com 37% das pessoas usando um desktop ou laptop.

18 de mar. de 2010

RJ implanta serviço de diagnóstico à distância no PSF



Exames realizados pelo PSF devem ser encaminhados, via internet, para o Hospital Miguel Couto, onde especialistas ajudarão no diagnóstico

O Programa de Saúde da Família Olímpia Esteves, no Rio de Janeiro, vai contar com serviços de telemedicina de diagnóstico com radiografias. A novidade faz parte da estratégia da Secretaria Municipal de Saúde em diagnosticar doenças com maior rapidez sem necessidade de o paciente esperar por um consulta da rede pública. A ação da secretaria deve começar a ser testada nesta quinta-feira (18).
Os exames realizados pelo PSF devem ser encaminhados, via internet, para o Hospital Miguel Couto, onde especialistas ajudarão no diagnóstico. De acordo com a secretaria, a telemedicina pode ser usada para reduzir a sobrecarga de hospitais. A ideia é integrar a rede pública ao sistema.
A implantação em larga escala do serviço de diagnóstico à distância ainda depende da integração on-line de toda a rede municipal, que terá que ser licitada, segundo a secretaria.  
18/03/2010


16 de mar. de 2010

Profissional de saúde e o Twitter

Para os profissionais de saúde, o Twitter tem uma grande função de atualização. Em tempo real, dependendo de quem você está “seguindo” e ou de quem são seus “seguidores”, é possível saber o que foi publicado de mais relevante na sua especialidade, se houve alguma alteração na escala de plantão, se os seus alunos (ou professor) estão presos em uma cirurgia e vai se atrasar para a aula, ou então postar um lembrete de dieta para seus pacientes.
Autor: Dr. Bernardo Schubsky em "o que você está fazendo agora?Twitter para o profissional de saúde do ano 2010"
Fonte: Medcenter 

SAMU INFORMA: UTILIDADE PÚBLICA IMPORTANTE

As ambulâncias e emergências médicas perceberam que muitas vezes nos acidentes da estrada os feridos têm um celular consigo. No entanto, na hora de intervir com estes doentes, não sabem qual a pessoa a contatar na longa lista de telefones existentes no celular do acidentado.

Para tal, o SAMU lança a idéia de que todas as pessoas acrescentem na sua longa lista de contatos o NUMERO DA PESSOA a contatar em caso de emergência. Tal deverá ser feito da seguinte forma: 
'AA Emergencia' (as letras AA são para que apareça sempre este contato em primeiro lugar na lista de contatos).

É simples, não custa nada e pode ajudar muito ao SAMU ou quem nos acuda. Se lhe parecer correta a proposta que lhe fazemos, passe esta mensagem a todos os seus amigos, familiares e conhecidos.

É tão-somente mais um dado que registramos no nosso celular e que pode ser a nossa salvação. Por favor, não destrua esta mensagem! Reenvie-o a quem possa dar-lhe uma boa utilidade. 

JOSIANE TROCATTI 
Coordenadora Administrativa 
SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - São José do Norte - RS

14 de mar. de 2010

Simulador de ventilação mecânica


Software em Flash que simula um aparelho de ventilação mecânica.
Obs.: O arquivo está no formato executável (exe), mas nãom representa perigo, após o download aparecerá com o símbolo: 

12 de mar. de 2010

Tablets médicos

Barco, uma empresa conhecida principalmente por seu high-end displays profissionais, entrou para o mercado médico de computadores  com dois novos dispositivos. 
O CliniScape tem uma tela de 10,4 polegadas e um processador Intel Core Solo (1,2 GHz) com 1 GB de RAM. 
CliniScape

O ProScribe apresenta um ecrã de 12 e um processador Intel Celeron-M com 512 MB de RAM. 
Embora tenham potência fraca, a ProScribe usa  o XP como sistema operacional . Ambos os dispositivos são resistentes a quedas e  à água e poeira.
ProScribe

Fonte: Medgadget

11 de mar. de 2010

Dispositivo para treinamento na cirurgia robótica


Os pesquisadores do Roswell Park Cancer Institute e da Universidade Estadual de Nova York, em Buffalo, desenvolveram um simulador cirúrgico para ajudar os médicos a treinar para operar o robô da Vinci. 
The Ross Robotic Surgical Simulator foi transformado em um produto, comercializado por um derivado chamado Simulated Surgical Systems of Williamsville, NY.
Praticando, os médicos e os estudantes podem treinar em tarefas rotineiras, como sutura e nós, e até mesmo realizar procedimentos completos como prostatectomia radical e histerectomia.

10 de mar. de 2010

Inovação em produtos para SAMU e Resgate dos bombeiros



MEDUMAT Easy CPR é extremamente seguro e fácil de usar. É um dispositivo guiado por voz que auxilia as equipes de resgate e paramédicos na ventilação de emergência e reanimação cardiopulmonar (RCP). Principais recursos do Easy MEDUMAT CPR:
  • comandos de voz e a função metrônomo para suporte de Reanimação Cardiopulmonar
  • instruções de voz ajudam com a detecção e resolução de problemas
  • seleção simples e segura de definições para ventilação controlada:
- Botão rotativo para a definição do volume corrente e freqüência respiratória
- Mudar para a fixação de limites de ventilação de pressão (mbar 20 mbar/45)
  • alarmes visuais e acústicos (LEDs, os sinais de alarme e comandos de voz)
  • display iluminado de pressão de ventilação é ideal para utilização no escuro
  • pequeno e leve e, portanto, adequado para uso no local de  emergências

Product page: MEDUMAT Easy CPR...
Press release: MEDUMAT Easy CPR, an emergency ventilator with voice response for Cardiopulmonary Resuscitation, gives First Responders ideal support...




S-CUT substitui tesouras, facas e ferramentas semelhantes. Tecidos normais, assim como cintos de couro, zíperes e Casacos pesados podem ser facilmente cortadas. Tudo que você precisa é de uma borda livre da roupa onde você pode iniciar o corte.

S-CUT é projetado para ergonomia optimizada e oferece uma excelente aderência. Usando a tesoura em materiais pesados que geralmente necessitam de um grande esforço. O S-CUT é usado com uma ação requerendo puxar o mínimo esforço.

A lâmina de corte circular é rebaixada a fim de proteger o doente e o utilizador de uma lesão. A lâmina de corte pode ser facilmente substituída sem a necessidade de ferramentas adicionais.

Modelo S-CUT 06-601 também tem uma função de corte. Este recurso extra elimina a necessidade de uma borda livre para iniciar o corte. Basta cortar uma fenda no material, sempre que você precisar.

Product page: S-CUT ...


Fonte: Medgadget

9 de mar. de 2010

Guia Definitivo de Como Achar Tudo de Medicina no Twitter - PARTE 01

Post muito útil e interessante do blog Médico Nerd:

Agora o Médico Nerd traz para você um guia-definitivo-de-como-achar-tudo-de-medicina-no-twitter (ufa!). Finalmente você vai conhecer os twitters mais famosos e bombantes da medicina numa lista dividida em categorias úteis e com ótimas sugestões de following


1. Outros estudantes e médicos
Através do twitter você pode acompanhar aquele seu colega de sala que senta do seu lado, um aluno de medicina do outro lado do país (ou do mundo) e aquele médico que vez ou outra posta umas dicas legais no twitter.








2. Professores e celebridades da medicina
Isso mesmo! Agora você seguir e perseguir um professor seu! Bem como pode acompanhar as novidades publicadas por celebridades do mundo da medicina.






3. Hospitais
Agora é crescente o número de hospitais usando a mídia social: seja para informar pacientes, divulgar concursos e eventos e anunciar novidades médicas.








4. Faculdades de medicina
No Brasil esse movimento universitário no twitter ainda é discreto, mas nos EUA é enorme a quantidade de faculdades de medicina que usam o twitter para divulgar eventos e novidades científicas.










Ainda tem MUITO mais! 
Mas os outros segredos da medicina no twitter serão revelados num próximo post!
Aguardem!

Fonte: Médico Nerd

1º Simpósio Virtual de Farmácia obteve oito mil acessos

Presidente da entidade afirma que a renovação que a área está experimentando, a qual está produzindo um novo do perfil profissional, se deve a instituição das Diretrizes Curriculares


“O farmacêutico, como profissional de uma área que necessita de constante atualização, está assumindo, a cada dia mais, especializações, com o objetivo de oferecer serviços diferenciados de assistência farmacêutica. Isso ocorre, nas farmácias comunitária, pública e hospitalar”. A afirmação é do Presidente do Conselho Federal de Farmácia, Jaldo de Souza Santos, em sua palestra de abertura do 1º Simpósio Virtual de Farmácia, realizado, nos dias 3 e 4 de fevereiro, à noite.
O Presidente do CFF, que falou a respeito das “Perspectivas para a Profissão Farmacêutica”, considerou que a renovação que a Farmácia está experimentando, a qual está produzindo um novo do perfil profissional, é alcançada, após a instituição das Diretrizes Curriculares, em 2002; o crescimento do mercado, a conscientização da sociedade sobre os seus direitos, inclusive de orientação farmacêutica.
Citando um tema bastante atualizado, Souza Santos defendeu a recente entrada em vigor (18.02.10), das regras da RDC 44/2009, da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que instituem as Boas Práticas Farmacêuticas para farmácias e drogarias. Ele pediu a união de todos em favor da RDC 44/09.

FACILITAÇÃO
A resposta dos farmacêuticos ao 1º Simpósio Virtual foi considerada “excelente” pelos seus realizadores. Mais de oito (8) mil acessos, até do exterior, foram registrados pelo “Portal Educação”, garantindo um dos objetivos do Simpósio, que foi de facilitar o acesso à capacitação profissional.
Evento de especialização gratuita, o Simpósio Virtual teve por realizadores o “Portal Educação”, o Conselho Federal de Farmácia, o Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul e a Federação Interestadual dos Farmacêuticos (Feifar).

PROGRAMA
No primeiro dia do evento, além da palestra “Perspectivas para a Profissão Farmacêutica”, houve uma mesa-redonda com a participação online dos farmacêuticos. Os temas discutidos foram “Salário do Profissional Farmacêutico: Piso Nacional?”; “O Farmacêutico e o PSF”; “Mercado de Trabalho”; “Responsabilidade Profissional”; “Inovações na Área Farmacêutica”; e “Uma Nova Farmácia?”. No segundo dia do encontro, foram realizadas quatro palestras: “Cosmetologia – novas opções cosméticas”; “Farmacologia – Aspectos Gerais e Atualização”; “Controle de Qualidade em Análises Clínicas”; e “RDC 44 – O Que o Farmacêutico Deve Fazer?”.
Jornalistas Fernando Ladeira (Radioweb) e Aloísio Brandão, Assessor de Imprensa do CFF.

Autor: Imprensa
Fonte: SIS Saúde

Nova geração de focos cirúrgicos LED com câmera filmadora


Nova geração de focos cirúrgicos com LED, chamado marLED, vem da Alemanha, da Gebrüder Martin GmbH & Co.KG.

É usado na sala cirúrgica, e a empresa chama de "segunda geração LEDs" e é projetado para minimizar a formação de sombras e emitir uma luz fria, brilhante.Além disso, marLED pode ser equipado com SurgiCam KLS Martin SD e sistemas de câmara de HD, para gravação do procedimento cirúrgico Intraop. A câmera pode ser visto na imagem abaixo.
câmera filmadora
Product pages: marLED; surgiCam
Press release: The marLED Lights from KLS Martin ...
Fonte: Medgadget


8 de mar. de 2010

SUS identifica melhores hospitais de SP


Provão do SUS identifica melhores hospitais de SP
por Saúde Business Web
04/03/2010
Hospital Estadual de Ribeirão Preto e o Instituto do Câncer do Estado de SP Octavio Frias de Oliveira são os primeiros colocados

Uma pesquisa promovida pela Secretaria de Estado da Saúde, conhecida como Provão do SUS, identificou os melhores hospitais públicos do Estado de São Paulo. Em primeiro lugar está o Hospital Estadual de Ribeirão Preto e na vice-liderança está o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira, ambos inaugurados em 2008. Além disso, as instituições têm em comum o gerenciamento por meio do modelo de Organizações Sociais de Saúde.
No total, o estudo ouviu cerca de 158 mil pacientes que passaram por internações e exames em 630 estabelecimentos de saúde conveniados à rede pública paulista entre março de 2009 e janeiro de 2010. A pesquisa avaliou o grau de satisfação com o atendimento recebido pelos pacientes, nível do serviço e dos profissionais que prestaram o atendimento, qualidade das acomodações e tempo de espera para a internação.
Conheça os 10 melhores hospitais públicos e suas notas, de acordo com a pesquisa.
- Hospital Estadual de Ribeirão Preto, em Ribeirão Preto (9,493)
- Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, em SP (9,463)
- Hospital do Câncer Pio XII, em Barretos (9,452)
- Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, em Bauru (9,384)
- Hospital do Câncer A.C. Camargo, em SP (9,378)
- Hospital Evangélico de Sorocaba, em Sorocaba (9,346)
- Hospital Regional de Divinolândia, em Divinolândia (9,346)
- Hospital Amaral Carvalho, em Jaú (9,332)
- Hospital Regional de Assis, em Assis (9,327)
- Santa Casa de Ibitinga, em Ibitinga (9,321)

Teste respiratório para TBC pulmonar

As micobactérias que causam a tuberculose pulmonar geraram um padrão muito característico de compostos orgânicos voláteis (COV), quando cultivadas em laboratório. Se estes compostos orgânicos voláteis podem também ser detectado na respiração de pacientes infectados, podem fornecer um novo método para a detecção de infecção ativa da tuberculose pulmonar.
Baseado nestes dados, Menssana Research  estuda o teste respiratório para tuberculose pulmonar em um grande estudo internacional multicêntrico, realizado em San Diego, Londres, e dois locais, nas Filipinas e México. Os resultados, que em breve serão publicado no periódico Tuberculosis, mostraram que o teste de respiração identificou TBC pulmonar ativa com 85% de precisão.

7 de mar. de 2010

Recursos de aprendizagem para estudantes de medicina

  • Blog Semioblog: SEMIOLOGIA vem do grego σημειολογία (semeîon, sinal + lógos, tratado). Em Medicina, Semiologia é o estudo dos sinais e sintomas das doenças. WEBLOG DO GRUPO DE ESTUDOS EM SEMIOLOGIA MÉDICA (GESME): ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EM PROPEDÊUTICA CLÍNICA, por Profa. Rilva Lopes de Sousa Muñoz , Disciplina de Semiologia Médica, Módulo de Pesquisa Aplicada à Medicina e Projeto Continuum de Extensão da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Post interessante: Vídeos: semiotécnicas e semiotécnicas

  • Blog Ver SaúdeVER SAÚDE fornece links para o download de arquivos voltados à Saúde como apresentações em power-point, doc, pdf, programas, filmes educativos dentre outros arquivos.Há links para download de livros completos como parasitologia médica, Sobotta, DEF, Post recomendado: Download - Medcurso com todas as apostilas em PDB PALM , e Vídeos de procedimentos para download (cricostomia, acesso venoso central, punção lombar, entubação endotraqueal, etc...)

  • Bliblioteca Médica: um blog sobre livros de medicina, criado por Alessandro. Post recomendado: Acid Based tutorials.

  • My Emergency Medicine BlogA resource for emergency medicine aficionados, created by 

    Dr. Bearemy. Posts recomendados: categoria trauma 


  • Blog Medico Nerd: Sites, revistas, notícias, programas, e-books, informações e novidades em Tecnologia e Medicina – O Médico Nerd traz todas as ‘nerdices’ que você precisa para ser um bom médico! O Médico Nerd é criação de Carol Batista e Heleno Paiva. Post recomendado: