Mídias Sociais do TI Medicina

Instagram rss/feed twitter TI medicina contato FacebookLeandra Carneironome skype: timedicinaimessage: contato@timedicina.com.br

24/04/2010

iPAD na saúde e na Medicina

Houve muito barulho em torno do potencial do iPAD em um ambiente de saúde. Se você ainda não teve sua dose de IPad-saúde em notícias de TI, está aqui um coletânea:

  • O Washington Post relatou em incursões potencial da Apple na TI em saúde. Opiniões como " A forma do IPAD é bonita. Em um quilo e meio, é leve em comparação com a maioria dos netbooks, rápido e bateria dura até 10 horas com uma carga. É fácil de ler, e é de utilização intuitiva." ou "excelente definição de imagem do IPAD faz com que seja natural para a leitura de imagens de diagnóstico, tais como raios-X e ressonância magnética", e ainda " a vantagem do tamanho da tela em comparação com o iPhone". Mas é frágil e deficiente em relação a segurança de acesso a dados médicos.
  • Chilmark Research previu efeitos do IPAD vai ter maior impacto em duas áreas: educação médica e comunicação médico-paciente. 
  • No blog Plugbr.net, em português,  o autor organiza nesse post informações e ideias, de como iPad poderia favorecer as atividades dos profissionais de saúde. Joseph Kim, por exemplo, relata 10 maneiras de ajudar médicos no cuidado com pacientes, entre elas, mostrar para o paciente gráficos e animações sobre a doença diagnosticada; fazer anotações rápidas; permitir pacientes mostrarem suas informações de saúde armazenadas em algum lugar na internet como google health ou usar no consultório como simples moldura digital.
  • Comunidade de Saúde em Rede, em português,  traz uma explicação geral sobre o iPAD e sobre sua aplicabilidade na medicina.
  • Jared Houck mostra  10 razões do Por que o IPad não será utilizada para na Tecnologia da Informação em Saúde, entre elas o fato de não usar SO Windows, não fornecer segurança em rede wireless, ter navegador baseado no browser Safari, não suporta multitarefas, entre outras.
  • iPad começa a atrair atenção de médicos para fins profissionais, na MacMagazine da UOL fala de da Epocrates  que revelou os resultados de um estudo feito com 350 médicos após o anúncio do iPad, indicando uma opinião inicial bastante positiva sobre o produto. Cerca de 9% deles afirmaram estar interessados na adoção do gadget assim que for lançado, enquanto 13% farão a compra até o final de 2010 e 38% analisarão a tablet com mais calma, antes de considerar a aquisição ou não.

Postagens populares