Mídias Sociais do TI Medicina

Instagram rss/feed twitter TI medicina contato FacebookLeandra Carneironome skype: timedicinaimessage: contato@timedicina.com.br

25 de jan de 2015

Resultado do sorteio do app Dr. Diagnóstico da PebMed


  • Facebook:

 Hugo Moura 
 Raul Wahle 
 Carlos Rodrigues Filho 
 Ezil Reis
 Joaquim Torres 
 Diêgo Brandão 
 Monaliza Rocha 
 Angelo De Mello Dias 
 Karoline Gomes Rodrigues 
 Lazaro Inacio 
 Diego Rangel 

  • Twitter: Entrar em contato pelo email contato@timedicina.com.br



Câmeras de smartphones e a documentação de imagens clínicas

Uso muito meu galaxy para documentar imagens na proctologia e com a evolução dos modelos não notei uma melhora nesse sentido.
Usava o Galaxy S3, e com ele eu obtinha imagens de qualidade excelente no modo automático, como essa abaixo, onde a lagarta media aproximadamente 1 cm. Reparem na qualidade de ampliação da imagem e nos detalhes.
lagarta de 1 cm
lagarta de 1 cm 
detalhe da foto tirada com samsung galaxy S3 de lagarta de 1 cm
Meu Galaxy S3 queimou a placa e troquei pelo S4, que também me fornecia boas fotos no modo automático.


Quando fui trocar meu smartphone, optei pelo Samsung Galaxy Zook K, que é o Galaxy S5, sem a característica de ser à prova d'água, mas com o mesmo hardware, com o adicional de uma lente de câmera fotográfica. 


Possui uma série de especificações e modo do fotografia, inclusive de Macro. E para a minha decepção, o modo macro não obtém o grau de detalhamento da imagem que eu desejo e preciso. E no modo automático, o tamanho da lente não me permite aproximar da lesão o quanto eu gostaria. Para fotos a distância é um excelente smartphone com imagens maravilhosas de pessoas e paisagens. Mas documentação clínica de imagens médicas, não recomendo. Não sei quanto ao Galaxy S5, pois não experimentei a câmera dele.
Imagem feita com modo Macro. Observem que mesmo marcando que quero o foco no centro da imagem, ele se dá nas bordas da foto.

Feita no modo automático. Melhora discreta no foco.

Uso o Evernote para guardar imagens dos meus pacientes, mas ainda não é o que eu recomendaria. Vou procurar alguns aplicativos que possam ser usados com essa finalidade e faço um outro post sobre esse assunto.


14 de jan de 2015

CFM, conhecimento colaborativo em Medicina e as mídias sociais

No CBIS 2014 (Congresso Brasileiro de Informática em Saúde), assisti a um Talk Show "A Expectativa dos Conselhos em Relação ao eSaúde", do qual compareceu somente um representante do CFM, o Dr. Gerson Zafalon Martins, conselheiro no CRM- PR, onde seriam discutidos aspectos da e-Saúde como uso de redes sociais, prescrição eletrônica, telessaúde, etc... Os conselhos de Farmácia, Ododtologia e Enfermagem não mandaram representantes.

Houve momentos louváveis e outros, no mínimo, contrangedores, e ainda outros de desalinhamento do CFM em relação ás novas tecnologias. Nessa apresentação, o conselheiro Dr. Gérson criticou algumas posturas médicas em redes sociais, como por exemplo, o vídeo de uma cirurgia do HU de Londrina que caiu na rede (um absurdo tanto a quantidade de expectadores na sala de cirurgia, quanto a divulgação do vídeo) e uma postagem do Instagram de um jovem médico afirmando que não fez pneumotórax durante uma punção de acesso  venoso central. 
Slide da apresentação "A Expectativa dos Conselhos em Relação ao eSaúde"
Achei louvável, já que alguns profissionais não tem noção de ética quando postam como médicos em redes sociais. Falta a iniciativa, como da Ordem Médica da Espanha, de fazer um manual ético para o uso de redes sociais Manual de Ética em Redes Sociais para Médicos e Estudantes de MedicinaAinda louvável foi a iniciativa de reavaliar a posição do conselho em relação a telemedicina em situais especiais. A perícia médica já pode ser realizada por meio eletrônico, e a teleradiologia nem sempre exigirá a presença de um médico para receber o resultado na outra ponta do radiologista.

Slide da apresentação "A Expectativa dos Conselhos em Relação ao eSaúde"
Embaraçosa foi o desconhecimento do que é prescrição eletrônica, e como é usada. O conselheiro não entendia o objetivo da prescrição eletrônica, que é assinada digitalmente e enviada por meio eletrônico á farmácia. O Dr. Claudio Giulliano Alves da Costa foi muito elegante e contornou bem a situação.

E finalmente, momentos onde o desalinhamento do CFM com o uso de novas tecnologias para compartilhamento de conhecimento médico se torna evidente é quando o conselheiro pergunta por que alguém quereria discutir casos online. 

Pois informo ao CFM que essa prática se tornou comum na classe médica, onde o paciente não se importa com a privacidade de seus dados, consentindo que tiremos fotos e gravemos vídeos, enviando a outros colegas pelos whatsapp  (já há grupos de discussão de casos pelo whatsapp) ou postando em grupos SÉRIOS,  de discussão de casos no facebook. Esses grupos são coordenados por professores universitários, preceptores de residência e médicos de renome que tem como característica comum a GENEROSIDADE com o compartilhamento de conhecimento médico.

E aí, CFM? Não está na hora de formar grupos para normalizar o uso de redes sociais na Medicina??


Leandra Carneiro é médica inscrita no CRMMG e usuária assídua do Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram para a divulgação de conhecimento médico e tecnológico. CFM, conhecimento colaborativo em Medicina e as mídias sociais é um post original do TI Medicina.

Ainda dá tempo! Prorrogadas inscrições da Especialização em Informática em Saúde.


Especialização em Informática em Saúde no Hospital Sírio-Libanês: inscrições até 10/01/2015


12 de jan de 2015

Sorteio do app Dr. Diagnóstico para iOS

A PebMed disponibilizou vários apps do Dr. Diagnóstico para sortearmos no blog. Mas atenção, apesar do app estar disponível tanto para iOS quanto para Android, só serão sorteados apps para iPad e iPhone, já que a política do Google não permite a concessão de promocodes no Brasil (vai saber por quê...)

Para participar:

  • Pelo Facebook:

Acesse o facebook e clique em quero participar:https://www.sorteiefb.com.br/269962917594/418882 


  • Pelo Twitter:
1- Siga o TI Medicina no twitter: https://twitter.com/timedicina e a @Pebmed https://twitter.com/pebmed
2- Dê RT na seguinte frase: " RT @timedicina: eu quero ganhar o app Dr. Diagnóstico da @Pebmed http://goo.gl/UOgKT6 "

O sorteio será no dia 20/01/2014! Participem, serão vários promocodes!

Aplicativos médicos: Dr. Diagnóstico- diagnósticos diferenciais


A PebMed está com mais um lançamento de app médico, dessa vez focado no auxílio ao diagnóstico diferencial. 

O Dr. Diagnóstico (iOS e Android) apresenta 2 abas: uma de sintomas ou condições clínicas comuns e outra de critérios para diagnóstico de várias patologias.

tela de diagnóstico diferencial
Na aba de diagnóstico diferencial, são apresentados os diagnósticos diferencias mais comuns, os incomuns e os raros.
Tela de critérios diagnósticos com calculadoras e score

Na aba de critérios, são apresentados os critérios clínicos, diagnóstico e principais diagnósticos diferencias, além de calculadoras de score.

Conteúdo do app:
  • Listas de diagnósticos diferenciais nas mais diversas especialidades, com busca a partir do sintoma ou síndrome clínica:
- Clínica Médica;
- Cirurgia Geral;
- Ginecologia e Obstetrícia;
- Pediatria
- Neurologia;
- Reumatologia;
- Cardiologia;
- Nefrologia;
- Dermatologia;
- Hematologia;
- Oftalmologia;
- Gastrenterologia;
- Endocrinologia;
- Infectologia;
- Urologia;
- Otorrinolaringologia;
- E muito mais!


  • Calculadoras de Critérios Diagnósticos para consulta rápida:
- Arterite de Takayasu
- Arterite Temporal
- Artrite Psoriática
- Artrite Reumatóide
- Churg-Strauss
- Dermatomiosite
- Diabetes Mellitus
- Displasia Arritmogênica de VD
- Doença de Behçet
- Doença de Kawasaki
- Doença de Still do Adulto
- Doença Mista
- Ehlers-Danlons
- Embolia Gordurosa
- Endocardite Infecciosa
- Enxaqueca
- Esclerodermia
- Espondilite Anquilosante
- Febre Reumática
- Fibromialgia
- Gota
- Granulomatose de Wegener
- Henoch-Schönlein
- Hepatite Autoimune
- Insuficiência Cardíaca
- Lúpus Sistêmico
- Mieloma Múltiplo
- Neurofibromatose
- Osteoartrose de Joelho
- Osteoartrose de Mão
- Osteoartrose de Quadril
- Poliarterite Nodosa
- Policitemia Vera
- Polimialgia Reumática
- Polimiosite
- Síndrome da Fadiga Crônica
- Síndrome de Reiter
- Síndrome de Sjögren
- Síndrome de Sweet
- Síndrome do Intestino Irritável
- Síndrome Metabólica
- Síndrome POEMS

App Dr. Diagnóstico
Preço: iOS  ($4,99) e Android (R$12,00)
Idioma: Português

Postagens populares