Mídias Sociais do TI Medicina

Instagram rss/feed twitter TI medicina contato FacebookLeandra Carneironome skype: timedicinaimessage: contato@timedicina.com.br

01/09/2014

Como receber atualizações da página do TI Medicina no Facebook




O passo a passo para receber as notificações do TI Medicina é bem simples:

1 - Entre no Facebook e vá para a página do TI Medicina.

2 - Se você ainda não curtiu a página, clique em "Curtir".

3 - Quando a página já estiver curtida, é só clicar novamente para aparecer o menu. Então você escolhe "Obter notificações".

Pronto, é só isso!

30/08/2014

App DoaSangue: Procure os hospitais para doação mais próximos de você


App DoaSangue é gratuito para iOS.

Funcionalidades:
  • Localizar  hospitais para doação mais próximos de você. 
  • Verificar informações importantes como telefone, e-mail e o local dentro do hospital que é feita a coleta.
  • Verificar o estoque de sangue dos hospitais. Ajude o banco de sangue que necessita do seu tipo sanguíneo.
  • Tirar suas dúvidas sobre doação. Saiba tudo sobre doação de sangue. Não tenha medo.
  • direitos e deveres do doadores, intervalos, cuidados pós-doação, impedimentos temporários e definitivos.

29/08/2014

Perfil dos médicos quanto ao uso de celulares (smartphones) na prática clínica 2014- parte 1


Foi realizada uma pesquisa aqui no blog e nos meios sociais (facebook, twitter, intagram e linkedin) para traçar o perfil dos médicos que usam smartphones e tablets na sua prática clínica. Qual marca e sistema operacional preferem? Para que usam o celular? Usam rede social, Whatsapp? Qual seu aplicativo preferido?
Hoje começarei uma série de posts sobre o resultado dessa pesquisa:


Responderam a pesquisa muitos profissionais de saúde e TI, foram separados 208 médicos para análise, com idades predominantemente entre 21 a 30 anos, cerca de 80% dos médicos.  

A marca preferida de smartphone é o iPhone em 60% dos médicos (27 % sendo o iPhone 4S ou inferior e 73% 5, 5S ou 5C, com predominância desse último na faixa etária entre 31 e 50 anos) e em segundo lugar a linha Samsung  Galaxy com 28% da preferência (47% Galaxy S4 ou S5, predominando na faixa etária de 41 a 50 anos, 20% S3, 14% Galaxy Note, 11% entre Galaxy S2, Galaxy Mini, S2 ligth). Os aparelhos top de linha são mais prevalentes entre os 31 e 50 anos.

Incrivelmente, na minha opinião, 4% dos médicos entrevistados não possuem smartphone!  Mas vejo isso na minha prática clínica, onde meus colegas de plantão, homens, na faixa dos 40 a 50 anos, são extremamente resistentes a aderir ao uso do smartphones. Os outros aparelhos citados foram: Sony Xperia, Motog e Motorola Razr HD, Nokia Lumia, Nexus, LG e Blackberry Z10.


Quanto aos tablets, 20% dos médicos não os possuem, não aparecendo nenhuma tendência a alguma faixa etária em particular. Dos médicos que possuem tablet, a marca mais escolhida é sem dúvida o iPad, com 82% da preferência e a essa escolha se mantém estável dos 21 a 50 anos. 

Posso inferir que os tablets não foram uma categoria que teve uma penetração muito boa entre os médicos com mais tempo de formados, possivelmente por já estarem mais estabelecidos e passarem menos tempo em trânsito, como os mais jovens que utilizam mais dessa ferramenta de tecnologia móvel.



Foi perguntado aos entrevistados se eles achavam que o smartphone era essencial à sua prática clínica. A faixa etária que considera mais útil o celular é acima de 60 anos, e  que tem menos necessidade dele é a de 41 a 50 anos. Um resultado interessante é que 87% dos usuários de iPhone acham o dispositivo essencial contra 79% dos usuários de Galaxy. Atribuo isso a melhor qualidade dos apps da Apple Store dos que os Android, apesar dos melhores apps estarem disponíveis nas duas plataformas.

No próximo post mostrarei os resultados sobre como os médicos usam os Smartphones na sua prática clínica.

O post Perfil dos médicos quanto ao uso de celulares (smartphones) na prática clínica 2014- parte 1 é um original do TI Medicina. Quando copiá-lo, citar a fonte.

27/08/2014

Divulgados os 10 finalistas do concurso do Tricorder X-Price


Quem se lembra do Tricorder do Dr. McCoy de Star Trek? A Qualcomm criou um concurso para desenvolvimento do tricorder de Jornada nas Estrelas!



A Qualcomm Tricorder XPrize é uma competição global de 10 milhões de dólares para estimular a inovação e integração de tecnologias de diagnóstico de precisão, ajudando os consumidores a fazer as sua própria avaliação confiável  de saúde em qualquer lugar, a qualquer hora.

O dispositivo será uma ferramenta capaz de capturar as principais métricas de saúde e diagnosticar um conjunto de 15 doenças através de uma combinação de sensores sem fio, tecnologias de imagem e diagnósticos laboratoriais não-invasivos portáteis.

Os requisitos para o aparelho são 13 patologias obrigatórias
  • Anemia, fibrilação atrial (FA), 
  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DBPOC), 
  • diabetes, 
  • hepatite A, 
  • leucocitose, 
  • pneumonia, 
  • otite média, 
  • apnéia do sono, 
  • AVC, 
  • tuberculose, 
  • infecção do trato urinário, 
  • ausência de condição clínica.
Mais 3 condições a escolher:
  • Os alérgenos (no ar),  
  • Colesterol, 
  • Doença de origem alimentar,
  • HIV, hipertensão, 
  • hipotireoidismo / hipertireoidismo, 
  • Melanoma, 
  • Mononucleose, 
  • Osteoporose, 
  • coqueluche (tosse convulsa), 
  • Herpes Zoster
  • Amigdalite.
E cinco sinais vitais obrigatórios: pressão arterial, frequência cardíaca, saturação de oxigênio, frequência respiratória, temperatura.

Foram divulgados os 10 finalistas (abaixo), estamos perto do desenvolvimento e fabricação dessa ferramenta!

Baltimore, MD, United States
Team Leader: Tatiana Rypinski
Mississauga, ON, Canada
Team Leader: Sonny Kohli
Chennai, Tamilnadu, India
Team Leader: Sridharan Mani
Cambridge, MA, United States
Team Leader: Eugene Y Chan MD
Zhongli City, Taoyuan, Taiwan
Team Leader: Chung-Kang Peng
Paoli, PA, United States
Team Leader: Basil Harris
Ljubljana, Slovenia
Team Leader: Jakob Susteric
Moffett Field, CA, United States
Team Leader: Walter De Brouwer
London, United Kingdom
Team Leader: Anil Vaidya
Belfast, Belfast, United Kingdom
Team Leader: Jim McLaughlin
O post Divulgados os 10 finalistas do concurso do Tricorder X-Price é um original do TI Medicina.

25/08/2014

Aplicativo Enfermagem para Android (app nurse)

Recebo pedidos para publicar resenhas sobre apps da área de saúde que não sejam de medicina e achei esse de enfermagem muito bom!
O app Enfermagem é um aplicativo muito completo e fácil de usar, gratuito, com funcionalidades essenciais a prática da enfermagem,  indexando as melhores informações encontradas na web em um único lugar.

tela inicial do Menu, com assuntos abordados no app
O menu oferece os seguintes assuntos:

  • Dicionário de termos técnicos;
  • Dicionário de abreviações;
  • Doenças;
  • Calculo de gotejamento simplificado;
  • Calculo de BPM, com a utilização da própria câmera do celular
  • As principais noticias da saúde; Honorários, Eventos, Concursos públicos abertos e Vagas de Emprego;
  • Rádio saúde (fique bem informado e atualizado);
  • Vídeos interessantes e canais de saúde do Youtube.

Para alguns serviços é necessário ter conexão da dados WiFi.

 A ferramenta de gotejamento é muito útil, bastando inserir o volume a ser dado e o tempo em a ser administrado que o programa já oferece o resultado em gotas/minutos. O recurso doenças conta com uma gama de resumos sobre as doenças muito interessante.
Tela Notícias e tela Vídeos

Tela Honorários e tela Concursos

Tela Eventos e Tela Datas
Preço: gratuito
Idioma: Português





Você poderá se interessar também por 

Aplicativos (app nurse) para profissionais de Enfermagem

24/08/2014

Como usar o app BMJ Best Practice para iOS ou Android ou o site BMJ Learning

O app BMJ Best Practice é gratuito no Brasil e pode ser baixado tanto em dispositivos como iPad e iPhone quanto em Android

A CAPES e o MS fornecem o código para acesso a todo o conteúdo. Basta baixar o BMJ Best Practice no Google Play ou iTunes, crie uma conta com e-mail e senha e coloque o código da instituição 4249907577.


O aplicativo Best Practice BMJ oferece aos médicos, estudantes de medicina, enfermeiros e outros profissionais de saúde, com acesso rápido, prático e relevante para:
  • Todo o conteúdo está disponível off-line (uma vez baixado)
  • Diretrizes clínicas e evidências de pesquisa
  • Opinião de especialistas para fazer backup de suas decisões clínicas
  • Tópicos estruturados em seções de fácil digestão, incluindo a prevenção, diagnóstico e tratamento
  • Mais de 1000 diagnósticos e testes de diagnóstico
  • Mais de 3.500 imagens médicas
  • Diretrizes baseadas em evidências totalmente referenciados
Tela inicial - busca por sintomas ou doenças
tela patologia -abdominal pain

App BMJ Best Practice
Preço: gratuito
Idioma: inglês






Já o site BMJ Learning utiliza a sua profissão, especialidade e local para personalizar o site e sugerir módulos relevantes para você. Como profissional de saúde, você tem acesso gratuito a centenas de módulos do BMJ Learning (learning.bmj.com/brasil) e a mais de mil monografias do BMJ Best Practice (bestpractice.bmj.com/brasil), cortesia do Ministério da Saúde.


Para se cadastrar você pode:
  1. Acesso gratuito ao BMJ Learning através do Portal da Saúde. Profissionais da saúde no Brasil com acesso aoPortal da Saúde podem usar o BMJ Learning gratuitamente. Para utilizar este abrangente recurso, registre-se já.
  2. Ou entrar por aqui, após fazer seu login no app: http://learning.bmj.com/learning/info/Brazil-CME.html?locale=pt_BR . Não se esqueça de suar o código de acesso 4249907577 para ter acesso total.



Para mais informações sobre como usar BMJ Learning, assista a este pequeno vídeo. Se você quiser saber mais sobre como usar o BMJ Portfolio, assista a este vídeo ou baixe o nosso Guia do usuário.

Postagens populares