8 de jul de 2018

Recursos para verificar interações medicamentosas


Do livro, Clinica e Prescrição, de Prof Dr. Ricardo de Souza Pereira (disponível para download no link no final do post), trago esses dicas para recursos online ou em apps para verificar interações medicamentosas.

"SITES E PROGRAMAS  DE COMPUTADOR SOBRE INTERAÇÃO MEDICAMENTOSA
Existem programas de computador (softwares) que dão resultados rápidos e imediatos de combinações de medicamentos em uma receita médica ou farmacêutica.
1- Um site que possui interações medicamentosas e interações com alimentos é o seguinte:
http://interacoesmedicamentosas.com.br/
  • O usuário precisa se inscrever. O site é bastante útil para verificar receitas que chegam na farmácia e/ou drogaria e em hospitais ou postos de saúde. 

2- Existe um aplicativo para celular, em português, chamado eVita:
http://aplicativosdesaude.com.br/evita-interacoes-medicamentosas/
3- Se o leitor entrar na App Store do Google Play e digitar “interações medicamentosas” irá encontrar aplicativos gratuitos e pagos. Em geral, os gratuitos são oferecidos pela indústria farmacêutica para determinada classe ou área médica. Por exemplo: interação medicamentosa na ginecologia (fornecido pelo laboratório Aché) ou interação medicamentosa na oncologia (fornecido pela Eurofarma), etc... O problema, neste caso, é a falta de interação entre medicamentos de áreas diferentes.
4- Um dos programas mais completos é produzido pela empresa EPOCRATES® e está disponível, na internet, em versão gratuita e por assinatura anual (seja para computador ou para celulares do tipo “smartphone” que possuam o sistema android ou similar). O programa é muito bom, porém existem alguns problemas: saber inglês e ter o nome dos medicamentos nesta língua. Isto pode ser resolvido no tradutor do GOOGLE, acessando a internet do próprio “smartphone”. Outro problema é que ele não possui interações entre medicamentos, fitoterápicos e alimentos. A interação é apenas medicamento-medicamento. Porém, para interações alimentos e álcool (ethanol ou ethy alcohol) ele ainda contém alguma informação."


Complemento o artigo acima com mais algumas ferramentas para verificar interações medicamentosas:
1- Medscape:

Uma publicação compartilhada por TI Medicina (@timedicina) em


14 de jun de 2018

Aftermed: informação para estudantes de medicina e médicos recém formados

Ainda está na faculdade, mas já pensa no futuro? Já se formou, mas ainda está meii perdido? O Dr. Luiz Lobato, cirurgião e coloptoctologista de Belo Horizonte está com um projeto para te ajudar nesse início de carreira! 
 O Aftermed é um projeto criado com o objetivo de trazer conhecimentos sobre profissionalismo, estratégia e financeiros para médicos em formação e médicos iniciantes. Conhecimentos fundamentais da prática médica, mas que não são ensinados na maioria dos cursos de medicina. 

6 de jun de 2018

Curso gratuito no YouTube: Inteligência Artificial em saúde


Inteligência Artificial em saúde: o uso de machine learning

Em 9 aulas produzidas especialmente para o Canal USP, o professor Alexandre Chiavegatto Filho, da Faculdade de Saúde Pública da USP, apresenta os pontos fundamentais do impacto do uso da inteligência artificial em saúde. O curso "alfabetiza" o espectador no assunto, por meio de uma visão sintética do presente e do futuro próximo da tecnologia. Além disso, Chiavegatto ensina os primeiros passos para quem quiser aplicar machine learning a problemas de saúde pública. 
Imagens: Lucca Alves e Rafael Simões. Edição e finalização: Rafael Simões. 
Gravado em abril de 2018 na Faculdade de Saúde Pública. 

18 de mai de 2018

Podcast médico: Tópicos em Clínica Médica



Do Blog Sobrevivendo, nas horas vagas… Prehospital, Emergency and Critical Care vem essa dica muito valiosa sobre um podcast de BH, da residência de Clínica Médica do HOB.

É o podcast “Tópicos em Clínica Médica”. Idealizado e coordenado pela Dra. Natália Mansur, que é Preceptora da Residência em Clínica Médica do Hospital Odilon Behrens, esse podcast tem muito conteúdo sobre Urgências e Emergências Clínicas. E o melhor: eles duram em torno de 5 minutos, pois a idéia é sempre passar as mensagens chaves de cada tema. Procurem também no aplicativo Podcast do iOS (para iPhone e iPad), pois é possível assinar o podcast e já receber os episódios novos assim que eles são disponibilizados.

29 de abr de 2018

Impressões sobre o Congresso Europeu de Informática Médica - MIE 2018

O Prof. Dr. Renato M.E. Sabbatini, PhD (Presidente, Instituto Edumed, Campinas, Brasil|) fala sobre as novidades e os destaques do MIE 2018 (Congresso Europeu de Informática Médica), realizado em Gotemburgo, Suécia. 




O primeiro dia: terça-feira, 24 de abril.


O segundo dia: quarta-feira, 25 de abril


O terceiro dia: quinta-feira, 26 de abril

27 de abr de 2018

Chamada de trabalhos para o CBIS2018 abre no dia 02 de maio


A Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS), com o apoio da Universidade Federal do Ceará (UFC), realizará o CBIS 2018 - XVI Congresso Brasileiro de Informática em Saúde de 01 a 04 de outubro de 2018 no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

O CBIS 2018 está organizado em seis principais sub-temas da Informática em Saúde: 
  1. Bioinformática Translacional; 
  2. Informática Clínica;  
  3. Infraestrutura, Interoperabilidade e Integração; 
  4. Saúde Digital, Global e Mobilidade; 
  5. Educação, Treinamento e Formação Profissional e 
  6. Organização, Gestão, Avaliação e Impacto Social da Informática em Saúde.

Os autores devem obrigatoriamente selecionar uma área temática de ênfase para sua submissão. Cada sub-tema tem um conjunto específico de palavras-chave que definem o escopo da submissão.


Cronograma de Submissão de Trabalhos: 
  • Início das submissões (abertura do sistema): 02/05/2018
  • Data final para submissão: 16/07/2018
  • Resultado das avaliações: 27/08/2018
  • Data final para ressubmissão dos trabalhos com pedido de revisão: 15/09/2018
Reserve já em sua agenda: de 01 a 04 de outubro de 2018 tem CBIS em Fortaleza!

Postagens populares