11 de nov de 2011

Motivação e os trabalhadores do SUS


A imprensa frequentemente ataca o SUS como serviço de baixa qualidade, como o que ocorreu na interpretação do movimento nas mídias sociais (twitter e facebook) envolvendo o câncer do ex-presidente Lula e o SUS.
Na verdade, o que ocorre hoje é uma desmotivação dos trabalhadores no SUS decorrentes do atual sistema de gestão. Um dos grandes motivos é que as doutrinas do trabalho em equipe e a colaboração são frequentemente uma farsa, já que contestar e questionar aos gestores é fortemente desistimulado. E trabalhadores cada vez mais descrentes apresentam baixo grau de comprometimento com o trabalho efetuado.
O sentimento de que um trabalho bem feito será recompensado é quase nulo, e a maioria dos profissionais luta por isso internamente, mas considerando a estrutura atual de recompensas, o esforço é invisível. Salários baixos, más condições de trabalho, violência e intimidação por parte de pacientes e acompanhantes, gestão autoritária e sem contra-partida, valorização do número de eleitores/pacientes atendidos em detrimento da qualidade com sobrecarga de trabalho são apenas alguns dos fatores que desmoralizam os profissionais. 
Portanto, nós, profissionais que lutamos para fazer um bom trabalho no SUS, se não for pelo simples prazer de fazer um trabalho bem feito, vemos a meta coletiva de eficácia e eficiência se tornar vazia e sem sentido.


Postagens populares