13 de out de 2011

Klindle Fire: tablet mais barato pra Medicina?



Vantagens na Medicina:
  • Menor que o iPad e mais leve, cabe no bolso do jaleco.
  • Atualização na literatura médica:. algumas revistas médicas tais como o New England Journal of Medicine, Annals of Internal Medicine, Pediatrics, and the Journal of the American College of Cardiology estão atualmente disponíveis para assinatura no Kindle.
  • Estudantes de medicina podem abandonar suas mochilas enormes e economizar significativamente nos custos de livro.
  • Dispositivo de referência médica rápida para profissionais de saúde. 
  • Navegação na web.
  • O tela LCD permite estudantes de medicina para ver Anatomia como no Netter em toda sua glória full-color, junto com outras imagens e gráficos que não bons ​​na página de e-Ink.

Desvantagens:
  • Mais atrativo devido às características de e-Reader do que como um tablet médico. Aplicativos como  Epocrates e Medscape ainda não estão disponíveis na AppStore da Amazon.
  • Embora o Kindle Fire roda uma versão modificada do Android, só será possível comprar aplicativos por meio AppStore própria da Amazon, e não no Android Market. Esta é uma limitação grave.
  • Não tem 3G ou câmera.
  • Apesar de sua comercialização como um tablet, o Kindle Fire não tem potência para competir diretamente com dispositivos mais poderosos, como o iPad, iPhone, Galaxy tab ou Galaxy SII  no ambiente médico. 
  • 8 GB de memória interna.

Especificações:
  • Preço: 199 dólares
  • Display: 7 "diagonal
  • Tamanho: 7.5 "x 4.7" x 0.45 "
  • Peso: 414 gramas
  • Armazenamento: 8GB interna (suficiente para 80 apps, além de 10 filmes, ou 800 músicas ou 6.000 livros)
  • Conectividade: Wi-Fi
  • Vida útil da bateria: Até 8 horas de leitura contínua ou 7,5 horas de reprodução de vídeo, com wireless off
  • Disponíveis: 15 de novembro de 2011 ( por enquanto o tablet será vendido somente nos Estados Unidos.)
Klindle Fire: tablet mais barato pra Medicina? é um post original do TI Medicina.

Postagens populares