28 de mai de 2013

Residência médica em Informática médica na Argentina, como é a formação e suas atribuições

fonte foto

O Hospital Italiano em Buenos Aires é uma referência em Informática Médica. Possui um programa de residência médica formando profissionais em Informática Médica capazes de apoiar o trabalho de outros médicos, com ferramentas da Administração e Gerenciamento, assim como o uso de novas tecnologias da Ciência da Computação e da Informação. Pela definição dos residentes de um informata médico:
"... novo campo dentro do qual é a ciência da saúde, que é interdisciplinar, porque nós trabalhamos em conjunto com os enfermeiros, engenheiros, sociólogos procurando maneiras de fazer melhorar o uso da informação para resolver problemas, para explorar formas de ter um impacto sobre a saúde da população em geral. Nós gerenciamos informações e procuramos maneiras de usar as informações que temos disponíveis." Alfredo Almerares. Residente de Informática Médica. Realizou previamente residência em Pediatría
"... eu defino como a aplicação da tecnologia da informação para ajudar as pessoas na resolução de problemas específicos e de saúde geral." Andrea Nishioka. Residente do primeiro ano de Informática Médica. Anteriormente, realizou uma residência em Medicina Intensiva.
"... eu digo que além dos computadores e é o que primeiro que vem à mente, eu explico que é ver os processos. Que, ao lidar com um indivíduo saudável, doente, em diferentes níveis de atenção, que fazemos a partir do computador, está otimiza os processos de maneira que facilite para o pessoal de saúde  e estes retribuem ao indivíduo uma melhor qualidade de atenção e uma melhor qualidade de saúde também.Diego Salomão. Primeiro enfermeiro residente em Informática Médica.

O programa de residência é de 4 anos ( 2 anos de clínica médica e 2 de Informática Médica) para os recém formados e de 2 anos para quem já tem especialização prévia. De segunda a sexta-feira, de 8 às 18 horas, os residentes cursam 16 matérias que são parte da carreira de Informata Médicos, reconhecida pelo Ministério da Educação, e estão envolvidos em projetos de melhora dos sistemas de informação e atuam com o consultores em outras clínicas e hospitais que estão inciando os projetos de informatização.










Ainda não há um programa de residência médica no Brasil voltada para a Informática Médica. Se algum hospital desejasse abrir um programa de residência em Informática Médica em Belo Horizonte, eu estaria disposta a ajudar.

Saiba mais sobre o programa de residência médica: link

Postagens populares