26 de nov de 2013

Os melhores celulares (smartphones) para médicos Nov/2013

Recebo muitas dúvidas de quem quer investir em um bom smartphone com intenção de usá-lo na Medicina como assistente de sua prática clínica. 
Este artigo expressa minha opinião pessoal, com base nos requisitos que acho importantes para um bom aproveitamento do seu dispositivo.

  • Por que Android e iOS somente? 
Por causa da quantidade de aplicativos médicos disponíveis. Não considero ainda o Windows Phone um bom sistema operacional para smartphones médicos, assim como também o Blackberry, pois não há apps médicos em quantidade e diversidade suficiente para atraírem o profissional de saúde. 

E entre iOS e Android? Bom, eu tenho um Galaxy S3 e um iPad, e gosto de ambos. Não trocaria meu Galaxy por um iPhone, porque gosto mais da liberdade que o Android proporciona. 
Mas qual a diferença entre os apps da Apple e do Android? Culturalmente, quem tem Android não gasta com aplicativos pagos, ao contrário de quem tem Apple. Portanto, os desenvolvedores preferem gastar tempo e dinheiro em uma plataforma que sabem que terão vendas.  Os apps médicos pagos do iPhone são muito mais elaborados e, geralmente, de melhor qualidade do que os do Android, apesar de haver mais aplicativos gratuitos na plataforma Androide alguns deles são pagos no iOS. Mas deixo claro, que os melhores apps gratuitos, como Medscape, WikEM, etc, são gratuitos nas duas plataformas.
Escolher entre iPhone e Galaxy é meio como preferência por marca de carro: cada um tem a sua. Mas posso garantir que os dois atendem a todas as necessidades dos médicos!

Separei 4 smartphones de preços diferentes , com requisitos semelhantes.
Comparativo entre iPhone 5S, Galaxy S4, LG G2 e Moto G (clique na imagem para vê-la ampliada.

Incluí o Moto G, apesar de ele ser considerado um smartphone de classe inferior aos outros 3 devido ao seu processador e quantidade de memória RAM, mas quem tem usado este celular, tem ficado extremamente satisfeito, inclusive por ser Android 4.3 e o preço muito convidativo.

  • Tela: O Galaxy S4 tem a maior tela, com uma excelente resolução e definição. Muito bom para fotografar lesões pequenas e aumentá-las para examinar melhor na tela.
  • Câmera: O Moto G perde nesse quesito com uma câmera de somente 5MP.
  • Processador: o iPhone 5S é o único que vem com processador de 64 bits, portanto ele processa 2x mais informações por unidade de tempo que os outros que tem 32 bits. Mas atenção: só se os aplicativos forem feitos para 64 bits.  O processador do Moto G tem 1,2 Ghz, menos potente, mais lento que os demais.
  • Memória RAM: com menos RAM, o smartphone processa menos informações simultaneamente, por exemplo, receber emails enquanto consulta um app médico.


Ano que vem sai o Galaxy S5, que com certeza será meu próximo smartphone. Quem quiser saber mais sobre os rumores desse celular, acesse: http://www.galaxys5brasil.com.br/


Os melhores celulares (smartphoens) para médicos Nov/2013 é um post original do TI Medicina. Quando for copiá-lo, adicionar os devidos créditos.


veja também: 

Postagens populares