8 de jul de 2010

Médicos já estão fazendo bom uso do FaceTime





por Halex Pereira | 08/07/2010
A situação é comum, em consultórios médicos: um profissional está atendendo um paciente, mas gostaria de uma segunda opinião, de um colega mais experiente. O que fazer? Chamar no corredor da clínica? Sentar o paciente na frente da webcam e ver se o outro médico está disponível via IM? Que tal fazer uma vídeo-chamada?
Esta última opção sem dúvida é a mais versátil, mas até agora era praticamente inviável, dada a complicação que é usar esse recurso em um celular comum (sem falar na qualidade sofrível do vídeo). Contudo, o iPhone 4 mudou esse cenário e trouxe, da forma mais fácil possível, os meios para que um problema desse tipo seja resolvido com poucos toques na tela. 




Dois médicos nos Estados Unidos recentemente usaram muito bem o recurso do novo smartphone da Apple para analisar a situação de um paciente que passara por uma cirurgia de reconstrução do pé: um deles estava no Arizona, o outro, em Orlando, a mais de 3.000km.
“Isto muda tudo”, disse um dos médicos. “Assim como o iPod fez com a música e o laptop com a computação, não é a mudança na tecnologia, mas a mudança na forma e onipresença que alteram esse cenário.” Ou seja, não é que o iPhone seja o primeiro a trazer vídeo-chamas (nem de longe), ele apenas é o primeiro a trazê-las de forma fácil e intuitiva.
Quem diria que a Apple ia fazer sucesso no departamento médico… Ah, é verdade, o iPad já está caindo nas graças dos profissionais da saúde. Acho que está complicado imaginar qual área não poderia se beneficiar com os gadgets da Apple.



Fonte:  MacMagazine 

Postagens populares