14 de fev de 2016

História do Surgimento de Associações e Sociedades em Informática em Saúde

Achei esse post no Dental Cadi, escrito pelo Dr.Nielsen Santos Pereira, sobre Sociedades de Informática em Saúde.

"O surgimento das associações e sociedades de Informática em Saúde ocorreu paralelamente ao desenvolvimento da Informática em Saúde, sendo que, nas primeiras décadas, essas sociedades foram veículos importantes para a divulgação dos novos conhecimentos, os quais eram mais facilmente transmitidos através de reuniões científicas promovidas pelas sociedades profissionais.

Atualmente, o papel dessas sociedades profissionais é muito mais abrangente, especialmente no que se diz respeito ao fortalecimento das comunidades profissionais, à promoção da educação continuada e à representação desta área junto a outras organizações públicas e privadas.

A rápida evolução do conhecimento na área da Informática em Saúde tem favorecido a organização de várias associações e sociedades profissionais ao redor do mundo inteiro. Na Tabela 1, apresentamos um sumário com as principais sociedades dessa área. Maiores informações encontram-se podem ser acessadas nos links respectivos a cada sociedade.

Tabela 1 – Principais Sociedades e Associações de Informática em Saúde.


Atualmente, existem dezenas de associações e sociedades em todo mundo. Entre elas estão:

1. IMIA – International Medical Informatics Association

  • História - A IMIA é uma associação internacional independente fundada em 1967, mas estabelecida 1989, sob Leis Suíças. Inicialmente atuava como comitê técnico da International Federation for Information Processing (IFIP ); também está estritamente ligada à Organização Mundial de Saúde (OMS) e outras organizações internacionais semelhantes. A IMIA engloba dezenas associações constituindo uma federação internacional de IS da qual a SBIS faz parte.



  • Missão - A IMIA cumpre um papel principal na aplicação da Ciência da Informação e Tecnologia nas áreas da saúde e pesquisa na medicina, saúde e bioinformática. Dentre seus vários objetivos, ressaltamos a promoção da informática na saúde; cooperação internacional; estímulo à pesquisa e desenvolvimento de aplicações, etc. A IMIA também funciona como uma organização “ponte” com os objetivos principais de ser uma ligação entre o ambiente acadêmico e pesquisa com os profissionais, as instituições, os fabricantes e vendedores de equipamentos; liderar as comunidades de IS para o século XXI.

2. SBIS – Sociedade Brasileira de Informática em Saúde

  • História - A SBIS foi fundada em 1986 durante a realização do I Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, em Campinas – São Paulo. A diretoria da SBIS era composta por Roberto Rodrigues, Renato Sabbatini, Cândido Pinto de Melo e Beatriz Leão. A SBIS surgiu praticamente na mesma época que as demais associações, mostrando o interesse e o engajamento de pesquisadores e profissionais brasileiros no desenvolvimento da IS, no Brasil.
  • Missão - A SBIS reúne profissionais especialistas e interessados na área de IS com a finalidade de promover o desenvolvimento dos recursos tecnológicos para a melhoria da saúde no Brasil através de estímulos ao ensino, pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. Além disso, promove congressos e eventos para divulgação de conhecimento e troca de experiências.

3. AMIA – American Medical Informatics Association

  • História - A AMIA é uma associação profissional científica que surgiu em 1988 pela união de 3 organizações: AAMSI (American Association for Medical Systems and Informatics), ACMI (American College of Medical Informatics) e SCAMC (Symposium on Computer Applications in Medical Care). A AMIA, por mais de 35 anos, tem patrocinado e apoiado encontros, educação, políticas e programas de pesquisa. A AMIA continua a ganhar influência como referência na informática em saúde devido suas publicações de alta qualidade como o Journal of the Americal Medical Informatics Association (JAMIA), Computers in Biomedical Research, e M.D. Computing. Além disso, promove o Symposium on Computers Application in Medical Care (SCAMC) – maior congresso de Informática Médica do mundo.
  • Missão - A AMIA visa liderar o caminho na transformação no ambiente em saúde através da ciência, educação e boas práticas na Informática. Ela reúne a comunidade de profissionais e estudantes interessados em informática; visa também ser uma ponte entre o meio acadêmico e o profissional das instituições de saúde. A AMIA apoia 5 domínios: Bioinformática Translacional; Pesquisa em Informática Clínica; Informática Clínica; Pesquisa em Informática do Consumidor e Informática em Saúde Pública.

4. HIMSS – Healthcare Information and Management Systems Society

  • História - A HIMSS surgiu em 1961 e foi fundada no Instituto de Tecnologia da Georgia. É uma organização sem fins lucrativos, focada exclusivamente em prover liderança global para melhorar a utilização da Tecnologia da Informação e Comunicação, dos Sistemas de Informação e Gerenciamento das instituições de saúde.
  • Missão – Liderar globalmente os esforços de otimização de engajamento, qualidade e resultados no ambiente de saúde através Tecnologia da Informação (TI). Os diversos grupos de interesse procuram ajudar no direcionamento estratégico e uma posição oficial nas questões pertinentes a uma melhor utilização da TI e dos sistemas de informação e gerenciamento nas instituições de saúde.
Referência - http://www.himss.org

5. EAHIL – European Association for Health Information and Libraries

  • História - A EAHIL, fundada em 1987, em Brighton, Reino Unido, na presença de mais de 100 delegados da OMS. Mas em dezembro de 1984 um grupo de bibliotecários da área de saúde iniciou os contatos entre os diferentes países europeus. Durante o 5º Congresso Internacional de Biblioteconomia Médica em 1985, em Tóquio, 26 representantes de países europeus se reuniram e iniciaram as discussões do local e data de uma primeira conferência, que aconteceria de 30 de setembro a 5 de outubro de 1986 em Bruxelas. Atualmente, a EHAIL conta com mais de 1400 membros de 25 diferentes países europeus, além dos Estados Unidos, Canadá e Austrália. Estes membros são bibliotecas, bibliotecários e empresas com interesse na ciência da IS.
  • Missão -. Seus objetivos principais são melhorar a cooperação entre as bibliotecas médicas espalhadas pela Europa; fortalecer os laços entre as bibliotecas médicas da Europa Ocidental e Oriental; elevar os padrões de fornecimento e práticas em bibliotecas médicas; manter os profissionais de biblioteca e de informação atualizados; incentivar a mobilidade e educação continuada no que tange as novas tecnologias; representar as bibliotecas médicas em nível europeu, nas instituições europeias e na OMS.

REFERÊNCIAS
Sigulem D. Um Novo Paradigma de Aprendizado na Prática Médica da UNIFESP/EPM [Tese de Livre- Docência]. São Paulo: Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Departamento de Informática em Saúde, 1997.
SBIS [homepage na internet]. São Paulo [atualizada em 2013 Out 24; acesso em 2013 Out 25]. História da SBIS; [aproximadamente 5 telas]. Disponível em: http://www.sbis.org.br/
Sabbatini RME. Associações de Informática em Saúde. Informédica [periódico da internet]. 1994 [acesso em 2013 Out 26]; 2 (10): 13-14.Disponível em:http://www.informaticamedica.org.br/informed/assoc.htm"

Postagens populares