21 de fev de 2009

Informática facilita vida de médico e pacientes

Cooperativa de Trabalho Médico Ltda. (Unimed Uberaba) e Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu) firmaram parceria, esta semana, para dar mais agilidade e segurança aos atendimentos médicos.

O curso de Sistemas de Informação vai fabricar um software para o controle de prontuário eletrônico do paciente.

A partir do segundo semestre deste ano, o software vai registrar todas as informações relativas ao paciente. Ele ficará integrado ao Sistema de Gestão Integrada da Unimed, de acordo com as normas do Conselho Federal de Medicina.
O software registra exames, evolução clínica, controles médicos, medicamentos administrados, laudos, fotos e imagens de vídeo. Quem informa é o coordenador de Tecnologia da Informação da Unimed e professor da Fazu, André Augusto Calabrez. Segundo ele, outra função do software é possibilitar que o paciente agende consultas e exames através da Internet. “Também emite relatórios estatísticos e de controle”, acrescenta.

O médico e diretor-presidente da Unimed Uberaba, Moacir de Melo Júnior, comenta que este é um projeto pioneiro. “Começamos a informatização dentro dos consultórios médicos. Agora, buscamos essa parceria com a Fazu para ampliar nossa tecnologia da informação interligando os dados do nosso sistema”.
Na opinião do médico, além de agilizar os procedimentos médicos, os pacientes terão mais segurança no atendimento: “Terei condições de disponibilizar todas as informações relevantes na ficha do paciente e qualquer outro médico da Unimed poderá ter acesso a essa ficha”. Ele informa, ainda, quais laboratórios e hospitais também poderão estar ligados ao sistema.

De acordo com o superintendente Hamilton Mendes dos Santos, a Unimed é o maior sistema de cooperativas do mundo, com mais de 100 mil médicos, 40 milhões de usuários, 367 unidades só no Brasil e cerca de 100 hospitais próprios.
“A Unimed Uberaba tem 85 mil usuários e cerca de 600 médicos. Todos eles, além dos pacientes de outras localidades que utilizarem a Unimed Uberaba, serão beneficiados por esta melhoria”, destaca.

Segundo a diretora acadêmica da Fazu, Dionir Dias de Oliveira Andrade, a participação de professores e alunos da Fazu na criação, no desenvolvimento e na implantação do software promove o aperfeiçoamento técnico-profissional. Os universitários terão a oportunidade de participar de todo o processo, inclusive acompanhar a execução do sistema no mercado de trabalho.
Para a coordenadora do curso de Sistemas de Informação, Maria Lúcia Azevedo Botelho, a parceria com a Unimed coloca o mercado de trabalho dentro da Fazu e, com isso, agrega valor aos alunos. De acordo com ela, a cooperação vai dinamizar a Fábrica de Software, um projeto onde o aluno trabalha e produz para o mercado.

Maria Lúcia informa que os alunos de Sistemas de Informação da Fazu são disputadíssimos pelo mercado. A maioria está empregada e o restante está estagiando. “Sempre recebemos ligações de empresas solicitando a mão de obra dos estudantes. Sabemos que, quando eles se formarem, terão condições de atuar como gerentes, analistas de bancos de dados, de sistemas de produção, inclusive como programadores”, salienta.
Na opinião de Marco Túlio Barbosa, presidente da Fazu/Fundagri, estar junto com empresas e instituições fortes, como a Unimed, é o que faz o diferencial no ensino da Fazu: “O aluno sai na frente no mercado de trabalho, pois a sua atuação dentro das instituições parceiras permite a prática profissional antes mesmo dele se graduar”.
Fonte: JMonline

Postagens populares