20 de out de 2010

Programa de Enfermidades Crônicas gerido por software na Argentina

Hoje a SBIS (Sociedade Brasileira de Informática em Saúde) transmitiu ao vivo a palestra do Dr. Fernán Gonzalez Bernaldo de Quirós sobre Experiência de um Projeto de Informatização na Saúde na América Latina, onde o que me chamou a atenção foi o Programa de Enfermedades Crónicas do Hospital Italiano de Buenos Aires.


O HIBA é um hospital universitário de alta complexidade, que no início do projeto de informatização tinha como objetivo a integração longitudinal da informação médica.

O Programa  de Gestão de Enfermidades Crônicas dispõe de um sistema que identifica a população de risco, classifica e gera estratégias estratificadas para seguimento dos pacientes e acompanhamento pela equipe de saúde.

Nos benefícios do programa estão o prontuário eletrônico com um sistema de monitoramento de eventos clínicos e alertas geograficamente distribuídos, propiciando assim um sistema de vigilância eletrônica.

Os dados do prontuário eletrônico geram planilhas de estratificação de risco e o planejamento de intervenções com agenda da intervenção que pode ser classificada por paciente que devem ser contactados ou pela prioridade em determinado dia. A lista de pacientes são prédefinidas  por meio do contato com o paciente (contato presencial, telefone, e-mail ou correio) e são configuráveis na seleção dos pacientes segundo critérios médicos, de risco ou demográficos.


Postagens populares