31 de ago de 2009

Coração controlado pela Internet


O novo pacemaker, desenvolvido pelo St. Jude Medical Inc, e aprovado pelo departamento de Saúde, em Julho, vem facilitar a monitorização dos doentes cardíacos.
O dispositivo permite a comunicação directa com o médico, enviando a informação através da Internet, podendo o coração do paciente ser controlado à distância. O primeiro implante deste tipo de pacemaker foi realizado há três semanas, nos EUA.
Kasyjansky, de 61 anos, possui pacemaker há 20 anos e está agora a ser a primeira a utilizar o novo dispositivo, permitindo ao seu médico segui-la mais cuidadosamente, mesmo que há distância.
O pacemaker transmite, pelo menos uma vez por dia, informação relevante e alerta o médico para qualquer situação fora do normal, mesmo sobre o próprio mau funcionamento do aparelho, noticia a Reuters.
O director do St. Francis Arrhythmia e Pacemaker Center, Steven Greeberg, considera que esta nova tecnologia o ajuda a tratar melhor os pacientes, podendo segui-los mais atentamente.
Existem mais de 3 milhões de utilizadores no mundo de pacemakers e 600 mil pessoas sofrem um implante todos os anos.

Postagens populares